Home   |    Mapa do site
Logomarca MeiaPonte.Org
Parceiros



TAGS

 

Notícias
Home > Notícias > Leitura de Notícia
Tamanho do texto: A- A+

12/09/17 - Situação do rio Meia Ponte na área de captação é a mais crítica dos últimos 30 anos

Quem olha o rio Meia Ponte na região da captação de água no bairro da Vitória em Goiânia se assusta. As águas do rio praticamente não correm mais, seu leito aparenta estar praticamente seco.

Fonte: Guia Ecológico

Quem olha o rio Meia Ponte na região da captação de água no bairro da Vitória em Goiânia se assusta. As águas do rio praticamente não correm mais, seu leito aparenta estar praticamente seco. Desde a inauguração da ETA Eng. Rodolfo José da Costa e Silva em 1988, essa é a primeira vez que os funcionários se deparam com uma situação tão grave.

Responsável pelo abastecimento de cerca de 58% da cidade de Goiânia e região metropolitana, o rio agoniza e a população começa a pagar o preço da falta de água em virtude dessa situação.

A baixa extrema do rio é atribuída a diversos fatores, dentre os quais podemos destacar: a estiagem, as chuvas irregulares no período das águas, irrigação de lavouras, represamento e a destruição de matas e nascentes que compõem a bacia.

A Saneago informa, segundo nota, que já está tomando medidas para solucionar o problema e orienta os consumidores que façam uso racional da água durante esse período. Uma medida que já começou a ser tomada foi o racionamento de água que afeta alguns bairros de Trindade, Goiânia e Aparecida de Goiânia.

Continue lendo no Blog Guia Ecológico...

Fotos :



Comentários



Mais notícias

 

   


O conteúdo deste site é publicado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 2.5. Brasil.
A reprodução dos textos é livre, desde que citada a fonte e o autor.

Produzido por


* Todos os campos,com exceção da mensagem,são obrigatórios

Situação do rio Meia Ponte na área de captação é a mais crítica dos últimos 30 anos

Quem olha o rio Meia Ponte na região da captação de água no bairro da Vitória em Goiânia se assusta. As águas do rio praticamente não correm mais, seu leito aparenta estar praticamente seco.

Por Guia Ecológico

Quem olha o rio Meia Ponte na região da captação de água no bairro da Vitória em Goiânia se assusta. As águas do rio praticamente não correm mais, seu leito aparenta estar praticamente seco. Desde a inauguração da ETA Eng. Rodolfo José da Costa e Silva em 1988, essa é a primeira vez que os funcionários se deparam com uma situação tão grave.

Responsável pelo abastecimento de cerca de 58% da cidade de Goiânia e região metropolitana, o rio agoniza e a população começa a pagar o preço da falta de água em virtude dessa situação.

A baixa extrema do rio é atribuída a diversos fatores, dentre os quais podemos destacar: a estiagem, as chuvas irregulares no período das águas, irrigação de lavouras, represamento e a destruição de matas e nascentes que compõem a bacia.

A Saneago informa, segundo nota, que já está tomando medidas para solucionar o problema e orienta os consumidores que façam uso racional da água durante esse período. Uma medida que já começou a ser tomada foi o racionamento de água que afeta alguns bairros de Trindade, Goiânia e Aparecida de Goiânia.

Continue lendo no Blog Guia Ecológico...

* Todos os campos são obrigatórios