Home   |    Mapa do site
Logomarca MeiaPonte.Org
Parceiros



TAGS
Notícias
Home > Notícias > Leitura de Notícia
Tamanho do texto: A- A+

13/02/11 - AMMA promove a corrida É O BICHO para conscientização sobre posse responsável

A prova, que será realizada em um percurso de 200 metros, contará também com vários obstáculos

Fonte: Ascom - Assessoria de Comunicação da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA)

A Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde (SMS) e Esporte e Lazer (Semel), realiza na próxima terça-feira, 15, no Parque Flamboyant, a primeira ação de conscientização sobre a Posse Responsável de animais.

Na ocasião, será promovida uma corrida com o percurso de 200 metros com os cães sendo levados na coleira. A prova, que recebe o nome de É o Bicho, contará com pequenos obstáculos em seu trajeto. A ação da Amma  será realizada pela manhã e à tarde. O trabalho de conscientização visa atender o cumprimento da Lei 8566/07, que disciplina a criação, propriedade, posse, guarda, uso e transporte de cães e gatos na capital.

As inscrições dos animais deverão ser realizadas no dia da prova que será divida em duas categorias, para animais de pequeno e médio porte. A gerente de Educação Ambiental, Regina Miranda, informa que além da Prova dos 200 metros com os cachorros, uma série de atividades complementarão a ação. “Vamos priorizar a conscientização com a população, ou seja, um contato direto com eles. Teremos uma equipe de técnicos que realizará abordagens às pessoas presentes no evento com seus animais, com o intuito de divulgar o Guia de Educação Ambiental, uma cartilha educativa que explica como deve ser a preservação dos parques, e do Projeto Pega-Caca - voltado para quem passeia com seus cães pelas vias públicas da cidade", esclarece. Segundo ela, o Projeto Pega-Caca consiste na sensibilização acerca dos riscos da presença de fezes de cães e gatos  nas ruas para os animais, seus donos e outras pessoas.

De acordo com a gerente de Proteção e Manejo da Fauna Silvestre da Amma, Marize Moreira, o objetivo da atividade é alertar a sociedade sobre os problemas causados a partir da permanência irregular de animais domésticos em parques e bosques da cidade, sem falar do abandono desses animais em áreas públicas. “Sabemos que uma das opções para solução do problema é a realização de um trabalho educativo junto à população”, ressalta.

A gerente relata que, independente da ação que será realizado na próxima terça, o trabalho de conscientização já é feito cotidianamente. “Trabalhamos rotineiramente em virtude das questões que envolvem animais domésticos em unidades de conservação de Goiânia e com essa corrida pretendemos intensificar mais ainda a conscientização da sociedade sobre o problema”.

Marizete lembra ainda que a intenção da lei não é proibir a presença de animais domésticos nos parques. “Esses animais podem sim permanecer nos parques, mas desde que esteja com coleira e atendam alguns requisitos importantes como, por exemplo, animais de grande porte não podem circular nas pistas de caminhadas, isso é uma medida de segurança importante, tanto para quem caminha, quanto para quem conduz o animal”, alerta.

Para complementar as atividades, estudantes de escolas da região também participarão do evento. A gerência de Educação Ambiental também disponibilizará durante o evento o Ecomóvel, um ônibus especialmente projetado para promover a conscientização ambiental de forma lúdica e criativa.

Aplicação da lei
A Lei 8566/2007 prevê sanções com aplicação de multas que variam de 10 a 500 UFIRS que poderão ser aplicados aos responsáveis pelos animais, em caso de descumprimento às suas previsões, que incluem irregularidades, tais como o não recolhimento dos dejetos fecais eliminados por animais em vias e logradouros públicos, a condução de animais de grande porte em pistas de caminhada, a condução de animais de médio porte ou grande porte sem coleiras, focinheira e guias adequadas e maus tratos.
 
Autor: Mauro Júnio

Fotos :



Comentários



Mais notícias

 

   


O conteúdo deste site é publicado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 2.5. Brasil.
A reprodução dos textos é livre, desde que citada a fonte e o autor.

Produzido por www.alicom.com.br

* Todos os campos,com exceção da mensagem,são obrigatórios

AMMA promove a corrida É O BICHO para conscientização sobre posse responsável

A prova, que será realizada em um percurso de 200 metros, contará também com vários obstáculos

Por Ascom - Assessoria de Comunicação da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA)

A Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde (SMS) e Esporte e Lazer (Semel), realiza na próxima terça-feira, 15, no Parque Flamboyant, a primeira ação de conscientização sobre a Posse Responsável de animais.

Na ocasião, será promovida uma corrida com o percurso de 200 metros com os cães sendo levados na coleira. A prova, que recebe o nome de É o Bicho, contará com pequenos obstáculos em seu trajeto. A ação da Amma  será realizada pela manhã e à tarde. O trabalho de conscientização visa atender o cumprimento da Lei 8566/07, que disciplina a criação, propriedade, posse, guarda, uso e transporte de cães e gatos na capital.

As inscrições dos animais deverão ser realizadas no dia da prova que será divida em duas categorias, para animais de pequeno e médio porte. A gerente de Educação Ambiental, Regina Miranda, informa que além da Prova dos 200 metros com os cachorros, uma série de atividades complementarão a ação. “Vamos priorizar a conscientização com a população, ou seja, um contato direto com eles. Teremos uma equipe de técnicos que realizará abordagens às pessoas presentes no evento com seus animais, com o intuito de divulgar o Guia de Educação Ambiental, uma cartilha educativa que explica como deve ser a preservação dos parques, e do Projeto Pega-Caca - voltado para quem passeia com seus cães pelas vias públicas da cidade", esclarece. Segundo ela, o Projeto Pega-Caca consiste na sensibilização acerca dos riscos da presença de fezes de cães e gatos  nas ruas para os animais, seus donos e outras pessoas.

De acordo com a gerente de Proteção e Manejo da Fauna Silvestre da Amma, Marize Moreira, o objetivo da atividade é alertar a sociedade sobre os problemas causados a partir da permanência irregular de animais domésticos em parques e bosques da cidade, sem falar do abandono desses animais em áreas públicas. “Sabemos que uma das opções para solução do problema é a realização de um trabalho educativo junto à população”, ressalta.

A gerente relata que, independente da ação que será realizado na próxima terça, o trabalho de conscientização já é feito cotidianamente. “Trabalhamos rotineiramente em virtude das questões que envolvem animais domésticos em unidades de conservação de Goiânia e com essa corrida pretendemos intensificar mais ainda a conscientização da sociedade sobre o problema”.

Marizete lembra ainda que a intenção da lei não é proibir a presença de animais domésticos nos parques. “Esses animais podem sim permanecer nos parques, mas desde que esteja com coleira e atendam alguns requisitos importantes como, por exemplo, animais de grande porte não podem circular nas pistas de caminhadas, isso é uma medida de segurança importante, tanto para quem caminha, quanto para quem conduz o animal”, alerta.

Para complementar as atividades, estudantes de escolas da região também participarão do evento. A gerência de Educação Ambiental também disponibilizará durante o evento o Ecomóvel, um ônibus especialmente projetado para promover a conscientização ambiental de forma lúdica e criativa.

Aplicação da lei
A Lei 8566/2007 prevê sanções com aplicação de multas que variam de 10 a 500 UFIRS que poderão ser aplicados aos responsáveis pelos animais, em caso de descumprimento às suas previsões, que incluem irregularidades, tais como o não recolhimento dos dejetos fecais eliminados por animais em vias e logradouros públicos, a condução de animais de grande porte em pistas de caminhada, a condução de animais de médio porte ou grande porte sem coleiras, focinheira e guias adequadas e maus tratos.
 
Autor: Mauro Júnio

* Todos os campos são obrigatórios