Home   |    Mapa do site
Logomarca MeiaPonte.Org
Parceiros



TAGS
Notícias
Home > Notícias > Leitura de Notícia
Tamanho do texto: A- A+

07/02/11 - Lago das Rosas: beleza e lazer para turistas e moradores

Considerado o parque mais antigo da capital, o Lago das Rosas tem sua construção datanda da decada de 40, quando na época havia um canteiro de rosas em arquitetura em Art Déco

Fonte: Ascom - Assessoria de Comunicação da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA)

Lagos, aves, estações de ginástica e muito verde são atrações que compõem a paisagem de um dos mais belos cartões postais de Goiânia, o Parque Lago das Rosas, localizado na divisa entre os setores Oeste e Central. A paisagem do local é referência não só para turistas da cidade mas também para os próprios goianienses, que contam opções de lazer para crianças e adultos. Todo espaço foi planejado de acordo com práticas de políticas públicas observando o ordenamento territorial que valoriza a conservação e a preservação da natureza na perspectiva do desenvolvimento sustentável.

O lazer contemplativo e ativo está presente no recanto das minas aguiferas, no Lago do Trampolim, já nos chamdos “Castelinho” e “Prainha”, localizados no Lago da Cascata e no Espaço Alternativo, os frequentadores podem contar com vários equipamentos para prática de exercícios físicos. Das trilha para caminhada é possível observar a presença de aves migratórias como os biguás e as garças brancas, além de outros animais residentes no Parque, como as antas, pacas e gambás.

O Lago das Rosas é considerado o mais antigo parque da capital, sua construção é datanda da decada de 40, quando na época havia um canteiro de rosas em arquitetura em Art Déco. O local abrigou a primeira piscina da cidade, uma espécie de balneário, formado com a represa das águas da nascente do córrego Capim Puba. O recnte trabalho de revitalização da área ocorreu sob responsabilidade da Agência Municipal de Meio Ambiente – Amma, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iplan.


Útil e Agradável

Morador no Setor Sul de Goiânia, Henrique José, é um dos frequentadores habituais do Lago. Cadeirante, ele faz uso dos aparelhos de ginástica da estação destinada a portadores de necessidades especiais. “Considero positiva a preocupação atual em dotar as cidades de acessibilidade. Venho aqui porque fiz muitos amigos e posso fazer exercícios de forma gratuita”, conta o frequentado do Parque.


Todos os dias a também moradora da região, Ana Rosa, leva as crianças para brincar no Lago das Rosas. Ela afirma que o playground do parque é moderno e bem cuidado. “As crianças adoram vir para cá. Chegamos cedo e só saímos por volta das 10 horas. Ás vezes, os pequenos pedem para trazê-los também no final do dia. Aqui, o espaço é grande, a gente tem conforto para observar os pequenos brincarem, há muito verde em volta e a segurança é um item importante”, elogia.

As obras ainda seguem no local na área onde estão o zoológico da cidade. O Parque Lago das Rosas consolida seu papel de espaço livre público envolvido pelos recursos como água, vegetação e beleza cênica, dedicado ao lazer.
 
Autor: Sirley Camilo
 

Fotos :



Comentários



Mais notícias

 

   


O conteúdo deste site é publicado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 2.5. Brasil.
A reprodução dos textos é livre, desde que citada a fonte e o autor.

Produzido por www.alicom.com.br

* Todos os campos,com exceção da mensagem,são obrigatórios

Lago das Rosas: beleza e lazer para turistas e moradores

Considerado o parque mais antigo da capital, o Lago das Rosas tem sua construção datanda da decada de 40, quando na época havia um canteiro de rosas em arquitetura em Art Déco

Por Ascom - Assessoria de Comunicação da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA)

Lagos, aves, estações de ginástica e muito verde são atrações que compõem a paisagem de um dos mais belos cartões postais de Goiânia, o Parque Lago das Rosas, localizado na divisa entre os setores Oeste e Central. A paisagem do local é referência não só para turistas da cidade mas também para os próprios goianienses, que contam opções de lazer para crianças e adultos. Todo espaço foi planejado de acordo com práticas de políticas públicas observando o ordenamento territorial que valoriza a conservação e a preservação da natureza na perspectiva do desenvolvimento sustentável.

O lazer contemplativo e ativo está presente no recanto das minas aguiferas, no Lago do Trampolim, já nos chamdos “Castelinho” e “Prainha”, localizados no Lago da Cascata e no Espaço Alternativo, os frequentadores podem contar com vários equipamentos para prática de exercícios físicos. Das trilha para caminhada é possível observar a presença de aves migratórias como os biguás e as garças brancas, além de outros animais residentes no Parque, como as antas, pacas e gambás.

O Lago das Rosas é considerado o mais antigo parque da capital, sua construção é datanda da decada de 40, quando na época havia um canteiro de rosas em arquitetura em Art Déco. O local abrigou a primeira piscina da cidade, uma espécie de balneário, formado com a represa das águas da nascente do córrego Capim Puba. O recnte trabalho de revitalização da área ocorreu sob responsabilidade da Agência Municipal de Meio Ambiente – Amma, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iplan.


Útil e Agradável

Morador no Setor Sul de Goiânia, Henrique José, é um dos frequentadores habituais do Lago. Cadeirante, ele faz uso dos aparelhos de ginástica da estação destinada a portadores de necessidades especiais. “Considero positiva a preocupação atual em dotar as cidades de acessibilidade. Venho aqui porque fiz muitos amigos e posso fazer exercícios de forma gratuita”, conta o frequentado do Parque.


Todos os dias a também moradora da região, Ana Rosa, leva as crianças para brincar no Lago das Rosas. Ela afirma que o playground do parque é moderno e bem cuidado. “As crianças adoram vir para cá. Chegamos cedo e só saímos por volta das 10 horas. Ás vezes, os pequenos pedem para trazê-los também no final do dia. Aqui, o espaço é grande, a gente tem conforto para observar os pequenos brincarem, há muito verde em volta e a segurança é um item importante”, elogia.

As obras ainda seguem no local na área onde estão o zoológico da cidade. O Parque Lago das Rosas consolida seu papel de espaço livre público envolvido pelos recursos como água, vegetação e beleza cênica, dedicado ao lazer.
 
Autor: Sirley Camilo
 

* Todos os campos são obrigatórios