Home   |    Mapa do site
Parceiros



TAGS
Notícias
Home > Notícias > Leitura de Notícia
Tamanho do texto: A- A+

26/02/10 - Banco Mundial doa US$ 3 mi a projetos ambientais goianos

Fonte: AGECOM - Agência Goiana de Comunicação (GDI)

Um projeto da Secretaria Estadual do Meio Ambiente - Semarh foi aprovado pelo Global Envirommental Facility – GEF, uma repartição do Banco Mundial de apoio a projetos de proteção ecológica e recuperação ambiental. Isto significa, na prática, que o Estado vai receber uma doação de US$ 3 milhões. O instrumento do contrato já está sob análise da Procuradoria Geral do Estado.O documento será assinado hoje, na sede brasileira do Banco Mundial, em Brasília.

Segundo o secretário do Meio Ambiente, Roberto Freire, este é um projeto de proteção à biodiversidade, elaborado no âmbito do Programa Iniciativa Cerrado Sustentado, desenvolvido em pareceria com o Ministério do Meio Ambiente, com abrangência em todo o Estado de Goiás e no Estado do Tocantins.

Os recursos serão aplicados em dois grandes projetos. O primeiro é o corredor Paraná-Pirineus, que cobre uma vasta área do Norte e Nordeste goiano; e o segundo é a Área de Proteção Ambiental – APA do Ribeirão João Leite, visando a preservação das áreas circundantes da Barragem do João Leite.

Roberto Freire diz que os fatores que pesaram na decisão do GEF foram as ações desenvolvidas pelo Estado de Goiás na consolidação dos parques estaduais. Uma delas culminou no pagamento, ano passado, das indenizações aos antigos proprietários rurais do Parque da Terra Ronca, no Nordeste goiano. O Estado investiu mais de R$ 12 milhões para cobrir esta despesa.



Comentários



Mais notícias

 

   


O conteúdo deste site é publicado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 2.5. Brasil.
A reprodução dos textos é livre, desde que citada a fonte e o autor.

Produzido por www.alicom.com.br

* Todos os campos,com exceção da mensagem,são obrigatórios

Banco Mundial doa US$ 3 mi a projetos ambientais goianos



Por AGECOM - Agência Goiana de Comunicação (GDI)

Um projeto da Secretaria Estadual do Meio Ambiente - Semarh foi aprovado pelo Global Envirommental Facility – GEF, uma repartição do Banco Mundial de apoio a projetos de proteção ecológica e recuperação ambiental. Isto significa, na prática, que o Estado vai receber uma doação de US$ 3 milhões. O instrumento do contrato já está sob análise da Procuradoria Geral do Estado.O documento será assinado hoje, na sede brasileira do Banco Mundial, em Brasília.

Segundo o secretário do Meio Ambiente, Roberto Freire, este é um projeto de proteção à biodiversidade, elaborado no âmbito do Programa Iniciativa Cerrado Sustentado, desenvolvido em pareceria com o Ministério do Meio Ambiente, com abrangência em todo o Estado de Goiás e no Estado do Tocantins.

Os recursos serão aplicados em dois grandes projetos. O primeiro é o corredor Paraná-Pirineus, que cobre uma vasta área do Norte e Nordeste goiano; e o segundo é a Área de Proteção Ambiental – APA do Ribeirão João Leite, visando a preservação das áreas circundantes da Barragem do João Leite.

Roberto Freire diz que os fatores que pesaram na decisão do GEF foram as ações desenvolvidas pelo Estado de Goiás na consolidação dos parques estaduais. Uma delas culminou no pagamento, ano passado, das indenizações aos antigos proprietários rurais do Parque da Terra Ronca, no Nordeste goiano. O Estado investiu mais de R$ 12 milhões para cobrir esta despesa.

* Todos os campos são obrigatórios