Home   |    Mapa do site
Parceiros


TAGS
Notícias
Home > Notícias > Leitura de Notícia
Tamanho do texto: A- A+

28/12/09 - MP recomenda interdição da ETE da indústria Itambé

Ministério Público pede que a interdição se dê até que a empresa sane as irregularidades existentes

Fonte: Ministério Público de Goiás

A promotora de Justiça Marta Moriya Loyola recomendou que a Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) interditem as atividades da Estação de Tratamento de Esgoto da indústria Itambé. O Ministério Público pede que a interdição se dê até que a empresa sane as irregularidades existentes.

No documento, a promotora explica que vistorias realizadas na estação comprovaram que a indústria descartou, neste mês, todo o lodo gerado diretamente no Rio Meia Ponte. O relatório técnico aponta que esses procedimentos podem resultar em danos a saúde humana, provocar mortandade de animais e a destruição significativa da flora e dos recursos hídricos.

Um estudo feito, a pedido do MP, para verificar o lançamento de efluentes da estação da empresa concluiu que a concentração de resíduos sedimentáveis encontrava-se cem vezes maior que o permitido. Diante dessa constatação, técnicos da própria Amma sugeriram a notificação, autuação e paralisação das atividades da empresa. A estação de tratamento da Itambé fica na Avenida Manchester, n° 2.389, Jardim Novo Mundo, em Goiânia.

Fotos :



Comentários



Mais notícias

 

   


O conteúdo deste site é publicado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 2.5. Brasil.
A reprodução dos textos é livre, desde que citada a fonte e o autor.


* Todos os campos,com exceção da mensagem,são obrigatórios

MP recomenda interdição da ETE da indústria Itambé

Ministério Público pede que a interdição se dê até que a empresa sane as irregularidades existentes

Por Ministério Público de Goiás

A promotora de Justiça Marta Moriya Loyola recomendou que a Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) interditem as atividades da Estação de Tratamento de Esgoto da indústria Itambé. O Ministério Público pede que a interdição se dê até que a empresa sane as irregularidades existentes.

No documento, a promotora explica que vistorias realizadas na estação comprovaram que a indústria descartou, neste mês, todo o lodo gerado diretamente no Rio Meia Ponte. O relatório técnico aponta que esses procedimentos podem resultar em danos a saúde humana, provocar mortandade de animais e a destruição significativa da flora e dos recursos hídricos.

Um estudo feito, a pedido do MP, para verificar o lançamento de efluentes da estação da empresa concluiu que a concentração de resíduos sedimentáveis encontrava-se cem vezes maior que o permitido. Diante dessa constatação, técnicos da própria Amma sugeriram a notificação, autuação e paralisação das atividades da empresa. A estação de tratamento da Itambé fica na Avenida Manchester, n° 2.389, Jardim Novo Mundo, em Goiânia.

* Todos os campos são obrigatórios