Home   |    Mapa do site
Parceiros


TAGS
Notícias
Home > Notícias > Leitura de Notícia
Tamanho do texto: A- A+

13/12/09 - Descarte clandestino de entulhos gera prejuízo aos cofres públicos

Fonte: Jornal Hoje Notícia

Grande parte de terrenos particulares e até mesmo de áreas públicas de Goiânia estão se tornando depósito clandestino de entulhos da construção civil. Proprietários de caminhões abandonam todos os dias lixo e resíduos da construção civil em lotes baldios e margens de córregos. Além do dano ao meio ambiente, esta prática gera um custo de cerca de R$ 300 mil por mês aos cofres públicos municipais.

A Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) coletadas duas mil toneladas de entulhos descartados clandestinamente em lotes baldios e calçadas da Capital todos os dias. Para colaborar com a redução desta prática já está em tramitação na Câmara Municipal de Goiânia um projeto que dispõe sobre o gerenciamento de resíduos sólidos e que promete garantir condições para que a Prefeitura de Goiânia crie uma Área de Triagem e Transbordo (ATT) e uma Usina de Reciclagem de Resíduos Sólidos. O assunto foi tema de reportagem publicada no jornal HOJE.

Fotos :



Comentários



Mais notícias

 

   


O conteúdo deste site é publicado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 2.5. Brasil.
A reprodução dos textos é livre, desde que citada a fonte e o autor.


* Todos os campos,com exceção da mensagem,são obrigatórios

Descarte clandestino de entulhos gera prejuízo aos cofres públicos



Por Jornal Hoje Notícia

Grande parte de terrenos particulares e até mesmo de áreas públicas de Goiânia estão se tornando depósito clandestino de entulhos da construção civil. Proprietários de caminhões abandonam todos os dias lixo e resíduos da construção civil em lotes baldios e margens de córregos. Além do dano ao meio ambiente, esta prática gera um custo de cerca de R$ 300 mil por mês aos cofres públicos municipais.

A Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) coletadas duas mil toneladas de entulhos descartados clandestinamente em lotes baldios e calçadas da Capital todos os dias. Para colaborar com a redução desta prática já está em tramitação na Câmara Municipal de Goiânia um projeto que dispõe sobre o gerenciamento de resíduos sólidos e que promete garantir condições para que a Prefeitura de Goiânia crie uma Área de Triagem e Transbordo (ATT) e uma Usina de Reciclagem de Resíduos Sólidos. O assunto foi tema de reportagem publicada no jornal HOJE.

* Todos os campos são obrigatórios