Home   |    Mapa do site
Parceiros


Notícias
Home > Notícias > Leitura de Notícia
Tamanho do texto: A- A+

22/11/09 - Ocupação irregular pode ter provocado desvio no leito de ribeirão

Mudança no leito do ribeirão Anicuns pode ter sido ocasionada pela existência de residências em suas margens

Fonte: Ernesto Renovato

Quem observar o ribeirão Anicuns no trecho que fica próximo ao residencial Serra Azul dificilmente irá perceber que o leito do manancial sofreu um significativo desvio. A mudança na trajetória do ribeirão foi feita em área de alagamento, em uma região de várias curvas do curso d'água, sendo que algumas casas do bairro poderiam ficar sujeitas a inundações no período das chuvas. É possível que proprietários do loteamento desviaram irregularmente um trecho do ribeirão para corrigir seu leito e evitar transtornos para aos moradores do bairro , além de viabilizar a venda de mais lotes na mesma região.

Este desvio deve ser encarado como crime ambiental, porém, pelo que  foi observado por nossa equipe, o orgão fiscalizador não conseguiu evitar a ação humana no trecho. O próprio ribeirão, e a natureza que o circunda, foram os mais prejudicados por esta intervenção. Apesar disso, as áreas ainda se encontram bem conservadas, mas os efeitos da ocupação urbana começam a ser sentidos, já que o esgoto do bairro, está sendo lançado in natura no leito do ribeirão. O que se percebe é que pântanos foram drenados, além de a mata ciliar ter sido destruída em quase sua totalidade.

Resta saber se o Ministério Público Estadual Estadual têm conhecimento desta intervenção, já que a ação reflete um grande retrocesso em relação ao cumprimento da legislação ambiental vigente que dita as regras para a ocupação de áreas de preservação permanente.

Fotos :



Comentários



Mais notícias

 

   


O conteúdo deste site é publicado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 2.5. Brasil.
A reprodução dos textos é livre, desde que citada a fonte e o autor.


* Todos os campos,com exceção da mensagem,são obrigatórios

Ocupação irregular pode ter provocado desvio no leito de ribeirão

Mudança no leito do ribeirão Anicuns pode ter sido ocasionada pela existência de residências em suas margens

Por Ernesto Renovato

Quem observar o ribeirão Anicuns no trecho que fica próximo ao residencial Serra Azul dificilmente irá perceber que o leito do manancial sofreu um significativo desvio. A mudança na trajetória do ribeirão foi feita em área de alagamento, em uma região de várias curvas do curso d'água, sendo que algumas casas do bairro poderiam ficar sujeitas a inundações no período das chuvas. É possível que proprietários do loteamento desviaram irregularmente um trecho do ribeirão para corrigir seu leito e evitar transtornos para aos moradores do bairro , além de viabilizar a venda de mais lotes na mesma região.

Este desvio deve ser encarado como crime ambiental, porém, pelo que  foi observado por nossa equipe, o orgão fiscalizador não conseguiu evitar a ação humana no trecho. O próprio ribeirão, e a natureza que o circunda, foram os mais prejudicados por esta intervenção. Apesar disso, as áreas ainda se encontram bem conservadas, mas os efeitos da ocupação urbana começam a ser sentidos, já que o esgoto do bairro, está sendo lançado in natura no leito do ribeirão. O que se percebe é que pântanos foram drenados, além de a mata ciliar ter sido destruída em quase sua totalidade.

Resta saber se o Ministério Público Estadual Estadual têm conhecimento desta intervenção, já que a ação reflete um grande retrocesso em relação ao cumprimento da legislação ambiental vigente que dita as regras para a ocupação de áreas de preservação permanente.

* Todos os campos são obrigatórios