Home   |    Mapa do site
Parceiros


Notícias
Home > Notícias > Leitura de Notícia
Tamanho do texto: A- A+

14/11/09 - Reportagem flagra águas quase pretas em córrego

Fonte: MeiaPonte.Org


Quem passa por algumas ruas e avenidas do Setor Jardim Novo Mundo, região leste de Goiânia, percebe que as águas do córrego Palmito estão mais escuras que o de costume. No techo da ponte da Avenida Anhanguera a água do curso d`água está praticamente azul.

A equipe do portal MeiaPonte.Org, em uma visita ao córrego, percorreu o trecho entre a avenida anhanguera, no Jardim Novo, e a rua Fabíola, na vila Romana, para tentar descobrir o que poderia estar causando aquela alteração. Em uma área de chácara, a cerca de dois quilômetros da ponte, uma supresa. Um duto da rede de captação de esgoto se rompeu e passou a formar uma verdadeira cachoeira. O vazamento segue diretamente para as águas do córrego Palmito. É possível notar a diferença entre a cor da água antes e depois do vazamento.

Outro problema foi encontrado por nossa equipe na margem esquerda da Avenida Anhanguera, onde o córrego Palmito segue seu curso. Em um poço onde a água se represa, há um acúmulo de lixo doméstico e garrafas Pet. Apesar da poluição no trecho, algo chama a atenção. A profundidade do poço decanta a água e desencadeia um processo natural de clareamento. A coloração escura causada pelo lançamento de esgoto diminui e a poucos metros do pequeno lago já é possível notar o córrego com águas quase transparentes, mas com a qualidade ainda comprometida.

Próximo a uma industria de laticínios, o córrego Palmito deságua no rio Meia Ponte. No local há outro grande lançamento de esgotos in natura no leito do manancial. O resíduo é oletado nos bairros da região leste e descartado diretamente nas águas do córrego, sem nenhum tipo de tratamento por parte da Saneago.

Fotos :



Comentários



Mais notícias

 

   


O conteúdo deste site é publicado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 2.5. Brasil.
A reprodução dos textos é livre, desde que citada a fonte e o autor.


* Todos os campos,com exceção da mensagem,são obrigatórios

Reportagem flagra águas quase pretas em córrego



Por MeiaPonte.Org

Quem passa por algumas ruas e avenidas do Setor Jardim Novo Mundo, região leste de Goiânia, percebe que as águas do córrego Palmito estão mais escuras que o de costume. No techo da ponte da Avenida Anhanguera a água do curso d`água está praticamente azul.

A equipe do portal MeiaPonte.Org, em uma visita ao córrego, percorreu o trecho entre a avenida anhanguera, no Jardim Novo, e a rua Fabíola, na vila Romana, para tentar descobrir o que poderia estar causando aquela alteração. Em uma área de chácara, a cerca de dois quilômetros da ponte, uma supresa. Um duto da rede de captação de esgoto se rompeu e passou a formar uma verdadeira cachoeira. O vazamento segue diretamente para as águas do córrego Palmito. É possível notar a diferença entre a cor da água antes e depois do vazamento.

Outro problema foi encontrado por nossa equipe na margem esquerda da Avenida Anhanguera, onde o córrego Palmito segue seu curso. Em um poço onde a água se represa, há um acúmulo de lixo doméstico e garrafas Pet. Apesar da poluição no trecho, algo chama a atenção. A profundidade do poço decanta a água e desencadeia um processo natural de clareamento. A coloração escura causada pelo lançamento de esgoto diminui e a poucos metros do pequeno lago já é possível notar o córrego com águas quase transparentes, mas com a qualidade ainda comprometida.

Próximo a uma industria de laticínios, o córrego Palmito deságua no rio Meia Ponte. No local há outro grande lançamento de esgotos in natura no leito do manancial. O resíduo é oletado nos bairros da região leste e descartado diretamente nas águas do córrego, sem nenhum tipo de tratamento por parte da Saneago.

* Todos os campos são obrigatórios